• Um blog para mentes despertas...

  • Reflexões sobre temas profundos, espiritualidade avançada.

  • «Conhece o mundo em ti mesmo. Nunca procures por ti no mundo. Isso seria projetar a tua ilusão.» (Provérbio egípcio)

  • Existem eus paralelos em realidades alternativas? Déja vus são vislumbres de uma realidade paralela?

  • História Oculta. Fenómenos extraterrestres, manipulação interdimensional, univero holográfico, e muito mais...

Séries e Filmes de Ovnis

series de Ufos












Neste artigo partilho o nome de algumas séries e filmes sobre Ovnis, no entanto divulgo apenas aqueles filmes que abordam a Ufologia com alguma seriedade. Cansei de séries como "X-Files" que por vezes roçam o folclore com histórias de monstros e homens-lagarto, ou filmes como "Alien" que tal como outros só mostram monstros horríveis a destruir a humanidade depois algum herói americano explode o Ovni com uma bomba nuclear.
Portanto, vou concentrar-me em séries e filmes educativos.


Séries:

Taken: De 2002
Minissérie sobre conspirações do Governo e Ovnis, transmitida em 2002 pelo canal SyFy, ganhou o prémio Emmy de melhor minissérie, foi  produzida por Steven Spielberg.

Não confundir com a série policial "Taken" de 2017.

"Project Blue Book" (Projeto Livro Azul). 2019
Obviamente como qualquer série, tem um pouco de ficção, mas esta excelente série da NBC aborda casos Ufológicos que aconteceram realmente e, com alguma seriedade, além disso o nome Projeto Blue Book foi o nome verdadeiro de um programa de investigação e encobrimento de casos Ovni pela USAF (Força Aérea dos Estados Unidos).
Infelizmente após a segunda temporada, o canal não quer  renovar. Já existe uma petição com mais de 20.000 assinaturas, assinem aqui: Save Project Blue book





O sucesso foi garantido e diz-se que a NBC está a preparar uma outra série sobre Ovnis, intitulada "Debris".


Filmes:
1993: "Fire in the Sky" (Fogo no céu).
Baseado na história real de um incidente Ovni. Baseado no livro The Walton Experience, escrito por Travis Walton, o filme conta a história verídica da abdução de Travis Walton.
Em 1975, no Arizona, um lenhador é atingido por uma luz misteriosa e, diante de alguns amigos, foi abduzido e fica desaparecido por vários dias. Ao reaparecer, ele não se lembra onde esteve, mas aos poucos as lembranças da experiência vêm à superfície.





1998: Alien Abduction: Incident in Lake County (Abdução Extraterrestre, Incidente em Lake County).
Um filme considerado de categoria B, de baixo orçamento, mas por vezes este tipo de filmes surpreende com uma história muito boa.
O filme realizado por Dean Alioto foi feito para TV (e não destinado a cinemas), ao estilo de Blair Witch o filme choca por parecer tão real, há quem acredite que as filmagens são reais e o realizador tentou criar um filme com elas. Na cabana de uma família desaparecida, um polícia encontra uma fita de vídeo amador que mostra os momentos de terror vividos pela família. Um dos rapazes, que quer ser diretor de cinema, carrega sempre consigo a sua câmara e, quanto ocorre uma falha de energia, os irmãos vão investigar e acabam se deparando com extraterrestres que haviam acabado de aterrar.




2004: "The Forgotten" (Os esquecidos).
Apesar de muita ficção, o filme tem pontos interessantes, por exemplo a ligação emocional energética das mães aos filhos que foram levados por extraterrestres, mesmo que eles não estejam mais aqui na Terra, ligação essa que os extraterrestres não conseguiam compreender. Evidencia ainda como o Governo lida com o encobrimento dos casos de abdução extraterrestre, não pode impedir nem vencer os extraterrestres, apenas cooperar e encobrir.
Na história Telly Paretta, uma mãe que, de uma hora para outra, descobre que o seu filho de oito anos desapareceu completamente. Ninguém se lembra da existência do menino, nem mesmo o seu marido. Mas, quando ela descobre que o pai de um dos amigos do seu filho passou pela mesma experiência, Telly embarca numa missão para encontrar o filho a qualquer custo.




2009:"Fourth Kind" (4º Grau).
Refere-se a encontros imediatos de quarto grau.
Produzido por Olatunde Osunsanmi. Em minha opinião um dos filmes mais inteligentes sobre o tema OVNI.
Tem cenas muito realistas, numa das cenas que o homem levita na cama possuído, associam de forma inteligente os fenómenos que entendemos como paranormais aos fenómenos Ovni (podem estar relacionados) e quando ele canaliza uma mensagem com a voz dos extraterrestres eles parecem dar a entender que são os Anunnaki que os Sumérios referiam como deuses. Outro pormenor interessante; no Alasca há de facto, muita casuística Ovni.





2014: "Alien Abduction" (Abdução extraterrestre).
Outro filme de estilo "amador" realizado por Matty Beckerman. Uma família de férias perde-se e o patriarca desaparece. A mãe e os filhos procuram refúgio numa cabana e descobrem que o local é conhecido por inúmeros casos de abdução alienígena. Ao buscar ajuda, seres misteriosos tentam capturá-los.



2014: "Extraterrestrial" (Extraterrestre).
Gostei deste filme realizado por Colin Minihan, apesar de ter muita ficção (cena dentro do Ovni etc), revela os perigos da abdução extraterrestre e como o exército lida com as testemunhas. Também tem uma cena interessante que mostra o extraterrestre a influenciar mentalmente um dos polícias. April foi com um grupo de amigos para uma cabana na floresta, depois um Ovni despenhou-se e quando surgem extraterrestres (noutra nave) abduzem-nos.




2015: "Area 51".
Mais um filme estilo amador, realizado por Oren Peli, um grupo de jovens (Chris, Rob, Natalie e Paul) tentam entrar sorrateiramente na famosa Area 51. Apesar de alguns críticos na internet (que escrevem reviews negativas sem sequer raciocinar), o filme tem um pormenor técnico muito interessante quando um dos jovens entra dentro de um OVNI. Não vou revelar para não estragar (spoiler) quem desejar ver o filme, mas esse pormenor técnico é baseado em descrições reais como por exemplo detalhes que revelou Robert Lazar (um Físico que trabalhou na Area 51).



2015: "The Phoenix Incident". (Incidente de Phoenix).
Outro filme estilo amador, realizado por Keith Arem, porém baseia-se em relatos de avistamentos Ovnis reais, em Phoenix (Luzes de Phoenix, Arizona), obviamente tem ficção: cenas interessantes de Ovnis a derrubar bombardeiros B2, mas no início do filme eles mostram alguns videoclips reais de Ovnis (um deles filmado por pilotos da força Aérea).



2017:"Phoenix Forgotten" (Esquecidos de Phoenix).
Outro filme baseado nos avistamentos Ovni em Phoenix. Produzido por Justin Barber, com orçamento de 3 milhões.
Vinte anos depois de três adolescentes terem desaparecido na sequência de misteriosas luzes no Arizona, imagens nunca vistas antes daquela noite são descobertas, relatando as últimas horas daquela expedição fatídica.
O filme tem cenas interessantes de luzes e abduções.




2017: "The Gracefield Incident".


Produzido por Mathieu Ratthe. Mais um filme estilo "found footage" amador. O filme esteve mais de três anos para ser lançado, por falta de orçamento. Três casais foram passar um fim de semana numa casa de floresta em Gracefield, parece que caiu um pequeno meteorito, depois um estranho ser começa a raptá-los.




Sílvio Guerrinha

Share:

Provas sólidas da existência OVNI

ovnis e CIA

















Para os céticos, que ainda duvidam da existência dos OVNIS, deixo abaixo algumas fontes fiáveis de informação.
A CIA e FBI ao abrigo da Lei da liberdade de Informação (FOIA Freedom of Information Act) foram obrigados a revelar vários documentos de relatos Ovni e investigações.

Por fim deixo ainda citações de ex-presidentes, físicos e astronautas conceituados.


Link da CIA:

Link do FBI

Link da NSA (Agência de Segurança Nacional)


Se os Ovnis não existem, como é que a central de Inteligência possui documentos, relatos de pilotos e fotografias?


Algumas Citações:


"Há muito tempo que estou convicto que os Ovni são engenhos interplanetários. Uma coisa é certa: somos observados por seres vindos do espaço"
 (Albert M. Chop, diretor-adjunto do serviço de Relações Públicas da NASA, antigo adido de imprensa na USAF, tendo a seu cargo informações sobre Ovnis do Pentágono).
Declarações em Janeiro de 1965 para a True Magazine. Foi ainda porta-voz de imprensa do projeto Blue Book.


"É minha tese que OVNIs são reais, e que eles são naves espaciais de outro sistema solar. Penso que eles são possivelmente tripulados por observadores inteligentes, membros de uma raça que pode estar a investigar a Terra por séculos..."
(dr Hermann Oberth, um cientista Alemão, num artigo de Imprensa em Outubro de 1954 para a revista The American Weekly)

"Posso assegurar que os Ovnis, uma vez que existem, não são construídos por qualquer potência terrestre".
(Harry S. Truman, antigo presidente dos EUA, numa conferência de Imprensa a 4 de Abril de 1950)


"Múltiplos astrónomos sabem que os Ovni são engenhos interplanetários. Penso que provêm dum sistema solar diferente e que utilizem Marte como uma base. O governo sabe o que são os Ovnis, mas receia revelar os factos e causar pânico social"
(Prof. Frank  Halstead, astrónomo administrador do observatório Darling, em Duluth Minnesota, EUA).

"Os discos voadores, existem na realidade"
(Barry Goldwater, senador republicano americano, coronel na reserva USAF).

"Os discos voadores têm origem extraterrestre. Nem os americanos, nem os russos, seriam capazes de construir engenhos deste género. As características destes discos são nitidamente superiores às possibilidades atuais da ciência"
(Pierre Closterman, piloto da esquadrilha Normandie-Niémen).

"Estou convencido de que estes objetos existem. A existência destas máquinas é evidente e aceitei-as. Penso que há pessoas noutros planetas que agem por intermédio dos Ovnis"
(Air chief Marshal Lord Dowding, R.A.F).


Imensos astronautas russos e americanos, afirmam ter visto Ovnis no espaço, nas suas missões.
São os casos de Edwin Aldrin, Edgar Mitchell, Neil Armstrong, Catherine Coleman, Dick Slayton e outros.



Entre os relatos, o de Neil Armstrong impressiona: “As naves eram imensas... Não podíamos acreditar. Fomos advertidos para nos afastar”, teria declarado o astronauta. Tempos depois, o próprio Armstrong voltou ao assunto: “Não posso entrar em detalhes, exceto para dizer que essas naves eram muito superiores às nossas, tanto em tamanho como em tecnologia. Eram grandes e ameaçadoras”. A



Abril de 1979:
O astronauta russo Victor Afanasyev viu um Ovni ir em direção à sua nave, logo após o lançamento. “O objeto tinha 40 m de comprimento, era largo de um lado e estreito de outro, com aberturas internas. Algumas partes tinham projeções como pequenas asas, mas ele permaneceu muito perto de nós. Nós fotografamo-lo e descobrimos que estava a aproximadamente 25 m de distância”.



14 de Março de 84:
James Buchli, médico de bordo da missão Space Shuttle STS-29 avisa surpreso ao controle em terra: “Houston, aqui é a Discovery. Temos uma astronave alienígena sob observação”.


21 de Outubro de 1995:
Na missão da Space Shuttle STS-73, a astronauta Catherine Coleman informou à base terrestre em Houston que tinham à sua frente “um grande objeto voador não identificado”.

O ex-colaborador da NASA Bob Oeschler falou que muitos dos vídeos realizados durante as missões espaciais são previamente censurados antes da apresentação pública.

Maurice Chatelain, chefe do sistema de comunicações da NASA, confirmou que o astronauta Neil Armstrong de fato relatou ter visto dois Ovnis numa cratera. “Todos os vôos das missões Apollo e Gemini foram seguidos, de perto e de longe, por naves de origem extraterrestre”. Segundo Chatelain, depois que os astronautas informaram os fatos ao controle da missão, receberam ordens de silêncio absoluto.


Alguns Governos que admitem oficialmente a existência dos OVNIs e já revelaram documentos oficiais:

Brasil.
Inglaterra.
México.
E.U.A (O Governo não admite oficialmente os Ovnis, mas a CIA, FBI, NSA e a Marinha revelaram documentos e vídeos).
França.
Argentina.
Bélgica.
Chile.
Espanha.



english version
Share:

Fake vs. Realidade


















Gosto de pesquisar, ler e escrever sobre Ovniologia (Ufologia) há muitos anos.
Também assisti dezenas de documentários.

Entristece-me ver que cada vez circula mais desinformação na internet, vídeos falsos no youtube, documentários fantasiosos apenas para gerar receitas $ entre mais.
Cada vez surgem mais whistleblowers (informadores) falsos, provavelmente quem está a fabricar histórias de desinformação por detrás desses personagens é a CIA ou NSA.
Fulanos que se auto intitulam viajantes do tempo, outro Randy Cramer que diz ser um soldado híbrido que esteve em Marte no Programa Espacial Secreto, Emery Smith que diz ter feito autópsias a mais de 3 mil extraterrestres, histórias repletas de fantasia e inconsistências.
Múmias extraterrestres falsas que supostamente teriam sido encontradas no PERÚ, artefactos extraterrestres Maia (falsos), tudo isto é desinformação, alguns bloggers menos atentos promovem essas notícias sem investigar as fontes.

Investigar a fundo significaria passar dias ou semanas a ler textos em Inglês (dos sites originais) em busca de inconsistências e fraudes, isso dá muito trabalho, então alguns apenas fazem copy + paste e divulgam textos mal traduzidos.

Nos meus sites e blogs não irei nunca divulgar notícias OVNI falsas (Hoaxes) nem desinformação. Portanto não escrevo sobre fulanos informadores (whistleblowers) que são fachada, não menciono múmias extraterrestres do Peru, pedra extraterrestre encontrada em Roswell etc.

O famoso vídeo da autópsia extraterrestre de Roswell, trata-se de um boneco, ainda assim muitos sites promovem o vídeo como sendo real.
Existem vários canais youtube que propagam vídeos falsos de Ovnis, dois canais famosos são o "Third phase of Moon" (terceira fase da lua) e o "Secure team 10".
E se pensarmos no tema dos Illuminatis então ainda é pior, há dezenas de palhaços que se auto intitulam "ex illuminatis" que revelam segredos. Será normal?
Caso fossem verdadeiros ex-illuminatis não estariam vivos para andar a bradar os segredos publicamente.

Outro fulano que é bastante mencionado é Corey Goode, diz que apenas com seis anos de idade foi recrutado para projectos MILAB (Military Alien Abductions), menino prodígio?
Diz que comunica com seres que se assemelham a pássaros azuis (Blue avians) da Aliança dos seres das Esferas.
Apenas por serem famosos e promoverem documentários e palestras, não significa que seja tudo verdade.

Muitos websites promovem intencionalmente fake news apenas para gerar cliques e receitas (de publicidade), porém a longo prazo isso mancha cada vez mais o tema da Ufologia.













Fake news sempre existiram, Jornais sensacionalistas.

Existem poucos informadores e contactados, que são originais "the real deal", posso referir quatro exemplos, Alex Collier, Robert Lazar (trabalhou como cientista na Area 51), Philip Schneider (já falecido) e dr Steven Greer (do Disclosure project e Cseti), acompanho há anos os textos e depoimentos deles.

Contêm muitas informações verídicas, as revelações deles são consistentes ao longo dos anos.
Philip Schneider era geólogo e engenheiro e trabalhou na construção de bases subterrâneas militares, teve um incidente na base "Dulce" e alvejou dois extraterrestres, foi assassinado anos mais tarde.

Share:

Universo pode ser feito de Informação


universo informação
















De que é feito o universo? Matéria?
Matéria escura, energia, vibrações?

De acordo com o físico Vlatko Vedral, o nosso universo é feito de informação.
Segundo este, se quebrarmos o universo em pedaços cada vez menores o que sobraria no final seriam bits. Sim, esses bits de informação semelhantes aos do computador.

Um bit é o menor pedaço de informação, representa a distinção entre duas possibilidades binárias (sim ou não, verdadeiro ou falso, zero ou um, e adiante).

A palavra bit, em inglês, refere-se à unidade física de armazenamento de informação do seu computador, um bit é registado por um imã minúsculo num dos polos do seu drive de memória. 
Nessa escala minúscula, o universo seria controlado pelas leis da física quântica.
Supercomputadores quânticos que conseguem ler qbits, ou seja, bits quânticos, conseguem entender as informações usando leis quânticas.
Ou seja, enquanto um bit pode dizer sim ou não, um qbit pode dizer sim e não ao mesmo tempo. Por isso computadores quânticos conseguem resolver problemas que computadores normais não entendem.

No seu livro, Vlatko argumenta que deveríamos encarar o universo como um enorme computador quântico. Pode parecer algo do além, mas ele tem bases científicas para afirmá-lo.

A física mostra que os eletrões podem armazenar bits de informação. Então os cientistas agora concentram-se em tentar descobrir como o universo traduz essa informação gravada numa escala tão pequena.

Fonte: New Scientist

Como infelizmente grandes websites vão eliminando links antigos, o link já não está disponível.
Fontes de informação alternativas: Space.com , Big Think.



english version
Share:

Incidentes famosos
















Incidente de Thomas F. Mantell:

A 7 de janeiro de 1948, Kentucky estava patrulhando quando começou a receber chamadas de que havia um objeto enorme, com cerca de 91 metros de diâmetro, a sobrevoar Maysville e a seguir lentamente para oeste. A patrulha do Estado reportou o avistamento. As testemunhas oculares nas proximidades da base militar assistiram o objeto a deslocar-se lentamente no céu. Depois de hora e meia, a base enviou quatro F-51D Mustangs, liderados pelo capitão Thomas F. Mantell para investigar. Quando chegaram a 6 km de altitude, três dos quatro aviões pararam de subir, mas Mantell continuou. Ele chegou a mais de 9 km, e logo em seguida, o avião entrou em parafuso e caiu. Uma hora depois encontraram o avião despedaçado, e o corpo do piloto decapitado. O relógio de Mantell estava parado às 15h18.

A explicação oficial é que o OVNI era um balão meteorológico Skyhook, mas ufologistas não concordam com essa explicação. Alguém no forte ou um dos pilotos seria capaz de reconhecer um balão meteorológico a 4 km. E a última transmissão de Mantell disse: “Meu Deus, eu vejo pessoas nessa coisa!”. Outra versão oficial diz que o piloto pode ter confundido vénus (que no céu se assemelha a uma estrela muito brilhante) com um Ovni.



Incidente de Kinross:






















A 23 de Novembro de 1953, um objeto surgiu no radar na Base Aérea de Kinross perto de Sault Ste. Marie, no estado americano de Michigan. O Tenente Felix Moncla e o Segundo Tenente Robert L. Wilson foram enviados para investigar. Na base, observaram como o seu jato se aproximou do OVNI, os dois pontos luminosos no radar (avião e o Ovni) aproximaram-se cada vez mais e desapareceram do radar.

Equipas de pesquisa tanto americanas quanto Canadenses foram formadas, mas nenhuma evidência de destroços do avião, dos homens a bordo ou do OVNI foram encontradas. A Força Aérea apresentou duas versões oficiais. A primeira era que Moncla teve vertigens e caiu no Lago. Eles também imaginaram que o avião caiu ao bateu num avião Canadense, mas o governo canadense negou isso. O mistério permanece sem solução.


Sílvio Guerrinha



english version
Share:

..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar neste blogue

Arquivo do blogue

Follow by Email

.



Meus blogues

Contacto-parcerias

Nome

Email *

Mensagem *