• Um blog para mentes despertas...

  • Reflexões sobre temas profundos, espiritualidade avançada.

  • «Conhece o mundo em ti mesmo. Nunca procures por ti no mundo. Isso seria projetar a tua ilusão.» (Provérbio egípcio)

  • Existem eus paralelos em realidades alternativas? Déja vus são vislumbres de uma realidade paralela?

  • História Oculta. Fenómenos extraterrestres, manipulação interdimensional, univero holográfico, e muito mais...

O Entrelaçamento Quântico

entrelaçamento quantico
















Quando se fala em física quântica, é comum ouvir-se a expressão entrelaçamento quântico, ou emaranhamento quântico. O que é?

É um fenómeno da mecânica quântica que permite que dois ou mais objetos (ou partículas, etc) estejam de alguma forma tão ligados que um objeto não possa ser corretamente descrito sem que a sua contraparte seja mencionada - mesmo que os objetos possam estar espacialmente separados por milhões de anos-luz. Duas partículas em entrelaçamento quântico tornam-se uma só entidade.

Einstein apelidava a isso de ação fantasmagórica à distância.

Este fenómeno não é meramente teórico, é real e comprovado em laboratório, aliás o emaranhamento quântico é a base de novas tecnologias como a computação quântica, criptografia quântica e já foram feitas experiências de teletransporte quântico de partículas a km de distância.
Então, após esta pequena explicação, passemos à parte espiritual. 

Porque é que em sites e livros de espiritualidade se utiliza tanto o conceito de entrelaçamento quântico?

Se duas partículas ou mais, objetos idem, podem estar ligados energeticamente à distância, também nós seres humanos podemos. Assim vários fenómenos podem ser explicados pelo entrelaçamento quântico.

Ações de cura à distância (Reiki, cura prânica, magnified healing e outros sistemas).

Rituais de magia e feitiços (ação à distância, entrelaçamento entre mago e pessoa alvo).

Quando num feitiço se utiliza um objeto de uma pessoa (que contém energia ou ADN dessa pessoa) ou fios de cabelo por exemplo, existe uma ligação energética remota a essa pessoa. A base disso é o entrelaçamento quântico também.

Telepatia (comunicação distante entre duas mentes, em ressonância).

Projeção de consciência (variantes: visão, remota, projeciologia, viagem astral).


Sílvio Guerrinha


english version
Share:

Alguns fenómenos Paranormais



















A parapsicologia é a ciência que estuda os fenómenos paranormais, contudo também a Metafísica e o Espiritismo estudam e explicam esses fenómenos.
Fica aqui uma lista resumida de alguns fenómenos paranormais.

Fotografias paranormais: Quando surgem vultos, entidades estranhas numa fotografia, mas o fotógrafo no momento que fotografava não viu nada estranho.

Aparições espectrais. Vultos, ou pessoas sombra (shadow people).

Poltergeist, possessões espirituais.

Orbes.

Luzes paranormais (como luzes de caniceira, luzes de marfa etc).

Casas assombradas.

Combustão espontânea humana.

Raps: sons estranhos de origem paranormal. Também chamados de toribismo. No Espiritismo quando espíritos se comunicam por sons ou estalidos nos móveis, chão, etc chama-se a esse contactismo de Sematologia.

Triângulo das Bermudas: 
Apesar de muitas teorias (vórtex magnético, vórtex temporal, actividade de Ovnis) essa zona do Triângulo das Bermudas ainda envolve mistérios sem explicação aparente.

Repare, considero fenómenos paranormais aqueles que implicam a intervenção de entidades sobrenaturais. Portanto não mencionei fenómenos parapsíquicos como psicocinese, telepatia, porque esses são fenómenos causados pelas faculdades extrafísicas do ser humano e pertencem ao ramo da Parapsicologia. Alguns autores misturam tudo e chamam telepatia e vidência de fenómenos paranormais.

Algumas pessoas categorizam erradamente, os crop-circles como fenómeno paranormal, eu prefiro incluir isso no ramo da Ufologia, ligado aos extraterrestres. Isso depende de consideramos ou não seres extraterrestres como paranormais. De facto, eles saem do nosso padrão de normalidade, alguns podem ser interdimensionais.



Sílvio Guerrinha


english version
Share:

Frequências e Vibrações



















Em espiritualidade utilizam-se várias vezes o termo vibração e frequência, mas qual é a diferença? Ambas estão interligadas. A frequência é medida consoante o número de vibrações por segundo, e comprimento de onda. Uma onda é uma perturbação, ou oscilação, no espaço-tempo.
Existem ondas electromagnéticas (luz), mecânicas, de som, e outras.

A frequência é uma grandeza física que indica o número de ocorrências de um evento (ciclos, voltas, oscilações etc.) num determinado intervalo de tempo. Ondas longas representam frequências baixas, ondas mais curtas são frequências elevadas.
Esta é uma explicação curta e apenas para entender o conceito.
















Então vou dividir algumas práticas esotéricas em categoria de frequências e vibração apenas a título simbólico, para representar os métodos que envolvem mais ação mecânica ou som (vibrações) e os métodos que envolvem mais introspeção e elevação frequencial:

Vibração:

Cantar Mantras, preces, orações, exorcismos, benzeduras (vibração pelo som).
Toque de tambores, atabaques, em rituais.
Taças tibetanas (também emitem frequências).
Evocações e invocações, em magia.
Danças rituais.
Fenómenos de poltergeist.
Claraudiência (captar vibrações dos espíritos, audição mediúnica).


Frequências:

Fluidoterapia no espiritismo (água imantada), água benta, baptismos.
Uso de cristais (cristaloterapia).
Cromoterapia (uso das cores).
Meditação (elevar a nossa frequência pessoal).
Reiki, ou passe magnético no espiritismo (lida com energias).
Radiestesia (utilizar pêndulo ou varetas, sensíveis a frequências).
Taças tibetanas.
Florais de Bach.
Alquimia interior.
Telepatia (duas mentes ressonantes à distância).
Radiónica (gráficos de radiónica, aparelhos radiónicos).
Psicotrónica.
Pirâmides e outros objectos radiónicos (como amuletos).
Amuletos e talismãs ritualizados.
Transcomunicação instrumental.
EVP (electric voice phenomena).


Sílvio Guerrinha

english version
Share:

Como triunfar na Matrix















Evite as baixas vibrações e sintonize-se diretamente com a Fonte.

No cerne da nossa realidade cada coisa e cada subsequente criação dentro da nossa existência está intimamente interligada.

Cada manifestação inteligente da consciência Universal é um fractal dessa consciência, que abriga tanto dualisticamente rotação positiva e negativa, ou dito de outra forma, a luz e a escuridão.
Na Matrix espiritual existem forças que possuem energia positiva e negativa, independentemente se elas estão conscientes disso ou não. Tanto o nosso reino interior como o reino exterior possuem a mesma prioridade.

Até que ponto avançaremos e nos tornaremos conscientes dos nossos poderes xamânicos só dependerá do modo como escolhemos conscientemente jogar neste teatro divino.
O modo em que atuamos é tão importante como a forma como pensamos e sentimos, particularmente em resposta à realidade exterior.

Se estivermos a ser forçados a viver num sistema corrompido e insalubre, faremos ouvir a nossa voz e criaremos o nosso próprio sistema.

Para fazermos a Matrix tremer, devemos unir-nos, expandir as nossas consciências assimilando conhecimento certo e espalhando o conhecimento aos outros, para evoluirmos conjuntamente a consciência coletiva da humanidade…Para ascendermos a nossa vibração todos em conjunto.


 “Somos aqueles que nós mesmos estávamos esperando”.                                                    
(Oração dos índios americanos Hopi)


Esta Matrix é alimentada pelas baixas vibrações, insegurança, medo, ansiedade, egoísmo, inveja, ciúme, se deixarmos de emitir essas vibrações a Matrix enfraquece, e todos os sistemas de controle e aqueles que encontravam poder em manter esses sistemas de controlo.



Sílvio Guerrinha


english version

Share:

Mais imagens...























Uma imagem vale mais do que mil palavras, mais imagens para refletir...
























Share:

Reprograma os seus hábitos























Você tem o poder de treinar a sua mente para escolher o que pensa, em vez de permitir que pensamentos aleatórios o mantenham refém. O seu objetivo é tornar-se direcionado e focado para dentro, para poder decidir o que pensar, em vez de ter pensamentos e emoções determinados pelo exterior. A mente não treinada tem mais altos e baixos emocionais porque está a reagir a pensamentos aleatórios. Concentre-se no que deseja com emoção e entusiasmo.


Lembre-se, assim como a Terra, o seu cérebro não discerne o que semeia. Trabalhará tão duro para cultivar ervas daninhas quanto para cultivar flores. Determina as sementes que são plantadas pelo que repetir mentalmente a si mesmo.

O seu subconsciente não distingue a diferença entre realidade factual ou imaginada. Se concentrar-se no que não deseja criará isso como a solicitação dominante na sua experiência.
Portanto, mantenha o foco no que deseja. Defina-se como a nova pessoa que escolheu ser. (Exemplo: sou um peso perfeito para o meu corpo e estilo de vida.) Se ainda deseja perder peso, pode dizer algo como: Permito que o meu corpo obtenha o equilíbrio perfeito entre saúde e vitalidade. Muitas das suas crenças não possuem fundamento da verdade; portanto, em vez de promover o seu propósito, elas impedem o sucesso.

Se pensar que está destinado a estar acima do peso, abaixo da média, pobre, azarado, desajeitado, tomará ações que tornem esses pensamentos realidade. Nenhum desses pensamentos é realmente verdadeiro, mas pensar neles cria crenças e imagens na sua mente que reforçam essas afirmações negativas até que elas se tornem verdadeiras.


Esteja ciente das instruções que dá ao seu cérebro. O seu diálogo interno, junto com o que acredita sobre situações, é como cria as suas emoções. Mensagens negativas de diálogo interno farão com que desista antes mesmo de tentar algo novo. Esteja sempre ciente de que as suas palavras podem fazer previsões ameaçadoras. Se diz sobre o seu hábito, "nunca poderei parar com isso; faço isso há demasiado tempo. "

Estará a programar-se para acreditar que é muito fraco e impotente para superar o hábito. 
Essas permissões negativas sobrecarregam a sua capacidade de alterar os seus comportamentos. Preste atenção em si mesmo quando se ouvir a emitir permissões negativas e reforços negativos.

Evite conversas negativas do tipo: "Não posso fazer isso. Eu não entendo, vou parecer idiota. 
Sou velho demais para aprender novas habilidades. É assim que eu sou. Não há nada que possa fazer.”

Mude o seu diálogo interno para reforço positivo para mudar comportamentos antigos (hábitos). Uma perspetiva positiva gera mais opções para soluções criativas.

Lembre-se, concentre-se no que deseja.


Sílvio Guerrinha


english version

Share:

Ufoarqueologia- deuses Extraterrestres




















Existem centenas de gravuras rupestres (faço questão de sublinhar: centenas) e esculturas de extraterrestres, desenhadas por povos indígenas de diferentes continentes do globo, que não tinham contato uns com os outros. Não havia a hipótese de copiarem lendas ou superstições.
O leitor mais cético poderá pensar que, os indígenas desenhavam seres gigantes porque observaram algum povo desconhecido que não saberiam definir bem, ou um fenómeno que receavam e nessas gravuras exageraram a aparência desses humanóides etc. Porém, se os indígenas observassem outros seres humanos de pele branca e de outra etnia, iriam desenhá-los com dois ou três metros? Iriam desenhá-los com capacetes espaciais e estranhos artefactos?

O ramo da Ufologia que estuda estes fenómenos denomina-se de Ufoarqueologia




Cavernas de Vallorta (Espanha), gravuras com mais de 20 mil anos.


















As gravuras de Tassili (deserto do Saara) claramente mostram um humanóide com capacete.





































Utah (E.U.A).

















Val Camonica – Itália. Existem na região mais de 300 mil gravuras (algumas datadas de 6000 anos antes de Cristo).




















Kimberley, Austrália, gravuras com 47 mil anos. Alguns sites mencionam estas gravuras na zona de Wandjina, porém isso é um erro (ou falta de pesquisa). As gravuras encontram-se numa zona montanhosa na Austrália Kimberley, Wandjina é o nome dos seres alados representados nessas imagens.






















Fergana, Uzbequistão.

Conhecida como “O homem de Marte”, essa pintura foi descoberta pelo arqueólogo Guergui Chatski, na região das cavernas de Fergana, no Uzbequistão, juntamente com muitas outras pinturas de cavernas. Corresponderia ao período neolítico.  Estima-se que a gravura de 2 metros tenha 10 mil anos de idade.



































Existem muito mais gravuras, contudo não eram muito evidentes, algumas poderiam representar xamãs em danças rituais, rituais de caçadas etc.

Religiões de povos antigos como os Egípcios e os Sumérios baseiam-se nos ensinamentos de seres extraterrestres (deuses, Anunnakis para os Sumérios, Neteraat para Egípcios) que vieram do céu. O povo das estrelas. De fato extraterrestres podem ter desenvolvido os humanos geneticamente (tal como a lenda Suméria da criação, Enuma Elish, que inspirou a lenda de adão e eva), além de terem criado um sistema de religiões para o ser humano. O HGP (Human Genome Project) revelou que o nosso “ADN lixo” é de origem não-humana.
Todas as gravuras rupestres, e ainda ooparts (out of place artifacts) são evidências que fomos visitados por seres do espaço.  Podemos ainda referir os estranhos sinais no deserto de Nazca, que segundo se crê seriam pistas para OVNIS ou mensagens para as naves extraterrestres observarem do céu em altitude.

Fiz uma pesquisa minuciosa, várias imagens não as revelo aqui por se tratarem de fraudes artesanais (alguns pratos Maia e Aztecas com gravuras de discos voadores, ou as múmias do Perú) são fakes comprovados. Infelizmente circula muita desinformação na internet e alguns autores são adeptos da especulação, isso retira credibilidade ao tema, infelizmente.

Sílvio Guerrinha 

Share:

Famosos casos de Abdução extraterrestre

















Gosto muito de pesquisar e ler sobre Ovniologia (ufologia) desde jovem, tive alguns avistamentos também. Infelizmente nos dias atuais, 90% da informação online sobre ovnis (seja vídeos fake no youtube, sites sensacionalistas) são informação pouco clara, raramente invest5igam as fontes.
O objetivo de alguns sites é o sensacionalismo, títulos sensacionalistas utilizados como clickbait (isco para atrair cliques).
Neste blog apenas publico casos sérios ou eventos com grande quantidade de evidências sólidas. Portanto se não encontrar neste blog alguns casos polémicos e populares na internet ou um vídeo ovni, é porque considerei que seria fake news e não tenciono promover casos falsos.



Casos famosos de abdução extraterrestre:

Caso Travis Walton- Arizona (EUA), 1975:

Após ser abduzido por extraterrestres, Travis Walton foi sujeito ao teste do polígrafo, o qual comprovou a veracidade do seu relato.
A 5 de novembro de 1975, o lenhador Travis Walton e cinco colegas voltavam para casa quando viram uma luz vinda detrás de uma colina. Quando se aproximaram, notaram que a origem era um objeto de 6 m em forma de disco. Um raio de luz azul atingiu Walton no peito. Assustados, os amigos correram e deixaram-no para trás.

Walton esteve desaparecido por cinco dias, gerando suspeitas de ter sido assassinado.   

O relato dos amigos (principais suspeitos do crime), porém, foi confirmado em testes com polígrafo. O equipamento também validou o depoimento de Walton, reaparecido a 80 km do local do avistamento: ele teria sido abduzido por extraterrestres, que o examinaram.
Os extraterrestres foram descritos como baixinhos, de cabeça grande e com olhos ovalados. 
Vinte anos após publicar um livro sobre o episódio, Walton revelou: dentro do OVNI, ele teria sido salvo por outra raça extraterrestre, que apresentava forma humanoide, com cabelos ruivos e roupas azuis.
Travis Walton narrou a sua abdução no livro “The Walton Experience”, publicado em 1978. Em 1993, a história originou o filme Fogo no Céu (Fire in the Sky).






Caso Peter Khoury: 1992 Sidney (Austrália).












O primeiro caso aconteceu numa noite de fevereiro de 1988, Peter Khoury estava dormindo em sua cama quando sentiu algo a puxar os seus pés. Teve a sensação de pinos e agulhas perfurando o corpo e ficou paralisado. Ele viu três seres ao redor da sua cama. Eram dourados, as bocas pareciam apenas cortes e tinham enormes olhos escuros. Khoury disse estar ciente de que os seres comunicavam-se através de telepatia. Eles enfiaram uma agulha na cabeça de Khoury, que desmaiou em seguida.


O segundo caso (de 1992), mais conhecido mundialmente, contém evidências de ADN de fios de cabelo de uma extraterrestre.

A análise confirmou que o cabelo era de alguém biologicamente perto da genética humana, mas de um tipo racial incomum, um tipo oriental raro, uma das mais raras linhagens humanas conhecidas, que se encontra mais distante da linhagem humana.

A 23 de Julho de 1992, Peter foi abordado sozinho, em casa, por duas mulheres que apareceram nuas sentadas na sua cama, pelas 7h da manhã.

As mulheres, embora bonitas, tinham uma aparência estranha, olhos muito grandes e ossos maxilares extremamente largos; Khoury achou que não eram exatamente “humanas”. Ele disse ainda perceber logo que não eram humanas, pois tinham faces estranhas, com ossos faciais muito altos e olhos duas ou três vezes maiores que o tamanho normal. A loira, porém, foi a que mais lhe despertou atenção, pois tinha rosto muito comprido.

“Eu nunca tinha visto um ser humano como aquele", afirmou.










Uma era loura e outra morena, com feições asiáticas. Os seus cabelos chamaram a atenção. A loura, especialmente, tinha cabeleira irreal na textura e tonalidade. Perplexo, Khoury foi atacado e se defendeu, o que pareceu ter assustado as mulheres, que desapareceram. O homem sentiu incómodo no pénis e correu a examinar o órgão, onde encontrou os fios de cabelo louro e percebeu que tinha sido seviciado enquanto estava inconsciente, dormindo.

Esses fios foram cuidadosamente recolhidos e encaminhados para exame no Anomaly Physical Evidence Group. O resultado, por meio do processo PCR (reação de cadeia de polimerase) mostrou que a cor do cabelo era natural, sem tratamento químico e pertencia a um ser humano normal; não tinha correspondência com nenhuma etnia da Terra.
Foram encontradas cinco marcas distintivas de ADN que foram comparadas com 10 mil amostras. Marcas semelhantes somente foram encontradas em quatro amostras. As quatro pertencem a chineses de cabelos pretos.
Extraterrestres loiros(as) geralmente são conhecidos como nórdicos, pleiadianos, ou Andromedanos.


















Caso Vilas-Boas: Brasil Outubro de 1957:












Em outubro de 1957, o fazendeiro brasileiro António Vilas-Boas avistou uma estrela vermelha no céu. A luz aproximou-se, e então Vilas-Boas pode observar uma nave que pousou no campo. Ele tentou fugir com o seu trator, mas foi apanhado por um pequeno humanoide de olhos azuis.

Vilas-Boas alegou que foi levado a bordo da nave e coberto por uma substância gelatinosa. Em seguida, foi obrigado a fazer sexo com uma entidade do sexo feminino com pelos púbicos vermelhos, para que gerassem um ser híbrido humano e alienígena que fosse criado pelos extraterrestres.
Vilas-Boas então foi acompanhado para fora da nave e voltou à Terra quatro horas depois. Tinha queimaduras pelo corpo, náusea, lesões e dores de cabeça, sendo em seguida diagnosticado por um médico como sofrendo de exposição à radiação.
Vilas-Boas estudou para se tornar advogado e manteve-se fiel à sua história até morrer.




Caso Amy Rylance: Outubro de 2001, Austrália.
















Amy Rylance, na época com 22 anos, o seu marido Keith e sua amiga Petra estavam na casa dos Rylances em Gundiah, Austrália, em outubro de 2001. Petra estava acordada e às 23h15 foi até à sala, onde viu Amy sendo levada através da janela por um facho de luz em direção a uma "enorme nave".
Petra acordou Keith, no entanto, quando ele entrou na sala, Amy já tinha desaparecido. 
A cortina estava rasgada, e arbustos do lado de fora da casa estavam queimados. Eles ligaram para a polícia, que relutou em levar a queixa a sério. No entanto, cerca de 90 minutos depois, Keith recebeu uma chamada de uma mulher em Mackay, no Estado de Queensland – oito horas distante de carro de Gundiah. Ela disse que estava com Amy, que se encontrava em um hospital atordoada e desidratada. Ninguém conseguiu explicar como ela viajou uma distância tão longa num espaço de tempo tão curto.

Amy não estava com ferimentos, exceto por algumas marcas vermelhas na parte superior da perna e do calcanhar. Afirmou lembrar-se de estar deitada numa cama com seres altos inclinados sobre ela, tranquilizando-a e retirando amostras do seu corpo. Quando foi encontrada, os seus pelos corporais haviam crescido consideravelmente, sugerindo que ela ficou ausente por muito mais tempo do que as poucas horas em que foi dada como desaparecida.



Sílvio Guerrinha

english version
Share:

..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar neste blogue

Arquivo do blogue

Follow by Email

.



Meus blogues

Contacto-parcerias

Nome

Email *

Mensagem *